“Não é só da atividade física que saem os resultados, mas sim de um conjunto de fatores – que incluem, também, o descanso. Quando nos exercitamos, causamos um stress metabólico, obrigando o organismo a gerar uma adaptação para se recuperar. A partir daí, vem a melhora. Portanto, na hora de planejar seus treinos, reserve um período para restauração – o que não torna os dias de descanso uma obrigação, desde que, pelo menos duas vezes na semana, você só faça uma atividade leve. Outra boa ideia é alternar os membros trabalhados e os estímulos (força ou aeróbico). Mas não se esqueça de escutar seu corpo, que, às vezes, vai precisar relaxar”, explica o personal trainer Rafael Lund.